Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

26.Jun.08

Uma prisão chamada passado

AL
  A Susana é minha amiga de infância e está divorciada há mais de dez anos. O que me custa ver aquela mulher ainda enterrada no desgosto e não conseguir fazer nada! A Susana era uma mulher bonita: magra, cabelo comprido ondulado e uns grandes olhos azuis. Casou com o seu príncipe encantado mas um dia adoeceu, uma doença do foro neurológico e o gajo “pôs-se ao fresco”: foi viver com outra de quem até já tem dois filhos. A Susana não aceita a realidade. Desde que (...)
27.Mar.08

"Relax"

AL
A vida torna-se perfeita quando deixamos de esperar o homem ideal e nos concentramos naquilo que temos mesmo debaixo dos nossos olhos. Este fim-de-semana fui até ao Alentejo com uma amiga. Acabamos por encontrar lá uma outra que não víamos havia algum tempo. Não se passou nada, apenas descobrimos um bar onde o wisky com cola custa apenas 2 Euros (verdade!). Quer dizer, eu descobri, já que as outras duas passaram a noite a carpir as mágoas dos seus amores impossíveis e eu tinha que (...)
18.Jan.08

Paralelismos

AL
O Edu é das pessoas mais espectaculares com quem já me cruzei. Cabeça fresca e olhar suave mas maduro, assume, sem qualquer tipo de pudor, a sua homossexualidade e nota-se no seu tom de voz firme e melodioso que é uma pessoa feliz. Bastante inteligente e com um refinado sentido de humor, o Edu é muito meigo e sensível e parece compreender as mulheres na perfeição. Além disso, conhece sítios fantásticos para se sair à noite e dá-se com gente muito bonita. Na semana passada, (...)
10.Jan.08

A Amiga Alcoviteira

AL
Ter que definir prioridades na minha vida nem sempre é fácil, sobretudo por não ter com quem dividir as responsabilidades da filha nem da casa, mas também não é um bicho-de-sete-cabeças e eu cá me vou arranjando. Tenho uma agenda de papel, doméstica, onde vou anotando todos os meus compromissos por dias e por hora. Um visto verde nas coisas que vão ficando feitas e uma cruz a vermelho nas que ficam por fazer e que transitam para o dia imediatamente a seguir. Todos os dias a (...)
30.Nov.07

A Melhor Idade

AL
Mais um aninho se passou para mim. Ninguém gosta de fazer anos durante a semana. Não dá muito jeito, mas tal não foi impeditivo para que alguns amigos me preparassem a festa: houve chapeuzinhos de papel e apitos, bolo e champanhe, fotos e música e tudo a que tenho direito. A minha filha e uma sobrinha encheram uns balões e obrigaram toda a gente a inscrever neles uma dedicatória. Agora, o mais engraçado de tudo foi o apagar das velas. Não sei como nem porquê, o pasteleiro (...)
28.Nov.07

Amigas Para Sempre

AL
Encontrei uma amiga que já não via há muito tempo. Lanchamos juntas, falamos um pouco das nossas vidas e, às páginas tantas, ela vira-se para mim e diz-me que estou diferente, que estou mais fria e distante e aconselhou-me a olhar bem para dentro de mim, pois aquela Ana emotiva e sentimental que ela conhecera ainda deveria existir algures… É curioso porque o tempo passa e não nos apercebemos do que ele vai fazendo por nós a nível psicológico. Para mim é tudo uma questão (...)
22.Out.07

Não há Solidão na Amizade

AL
Fim de semana de Outono. Ainda há quem dê um mergulho no mar e apanhe banhos de sol. Sentada na esplanada em frente à praia, fico ali a ver quem passa. O jornal pousado sobre a mesa. A minha cabeça está longe, o meu corpo está a regressar a si após um projecto de amor interrompido. Não me apetece que me dirijam a palavra, não me apetece que falem comigo, não me apetece estar com ninguém. Só eu e os meus pensamentos vagos, marcados por uma saudade, uma espécie de nostalgia que (...)
03.Out.07

Solidariedade Feminina

AL
A Sandra é das minhas amizades mais antigas. É uma daquelas amigas que, ainda que estejamos meses sem nos vermos, sabemos que quando uma de nós precisa, a outra está lá. No mês passado ligou-me a contar as novidades: dizia que tinha conhecido uma pessoa fantástica e que o namoro já ia a caminho dos seis meses. Parece que, finalmente, tinha encontrado a sua estabilidade emocional, após muitos dissabores e um ou outro acidente de percurso. Parecia-me feliz, dizia-me que nunca tinha (...)
25.Set.07

Amizade e Amor

AL
Amizade ou amor: qual o mais seguro, o que melhor resiste às intempéries da existência? Há quem diga que é a amizade, porque na amizade somos mais autênticos, não nos esforçamos para agradar e não temos medo de ser abandonados. Algumas vezes, porém, as amizades também nos desiludem e atingem quando se esfumam no tempo espalhando as suas cinzas pelas próximas pessoas que hão-de vir. Esta noite velei a tua alma, chorei o pranto desesperado da viúva e enterrei viva a tua (...)
09.Abr.07

Amigos Comestíveis

AL
Ao romper dos “primeiros dentinhos”, nós as divorciadas, passamos por uma fase semelhante à dos bebés, em que nos apetece levar tudo à boca. É naquela altura em que a cama de casal assume as proporções de um campo de futebol e a toalha de mesa se torna substituível por um “individual”. É justamente nesse momento aterrador em que a casa e o mundo se agigantam e ficamos mais vazias que um poço sem água, que começamos a sentir uma natural tendência (...)