Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

Anda tudo a bater mal da bola...

 

Aviso já que esta problemática nada tem a ver com o divórcio, mas este tema é daqueles tão actuais, tão actuais, que por muito que se tente ignorar, não se consegue.
Alguém que me explique o raio da agitação que para aí vai por causa do futebol!? Uma pessoa liga a televisão para ver as notícias e é só futebol; vai-se à net e toma, mais futebol; no café, no trabalho, no Banco, o tema é a vitória de Portugal… no futebol (até no Diário de uma divorciada já se fala de futebol).
Eh pá, tudo bem. Eu não gosto de futebol, mas não tenho raiva a quem gosta; vivo e deixo viver. Só acho esta onda de patriotismo perfeitamente exagerada por causa de um motivo tão fútil.
É claro que, apesar de não gostar de futebol, agrada-me saber que Portugal vence, mas daí a pendurar bandeiras em todo o lado!? Ainda se eu estivesse num país estrangeiro e a equipa portuguesa viesse jogar cá, ainda vá que não vá, mas caramba, eu estou em Portugal, sou portuguesa. Qual é a dúvida?
Quanto aos emigrantes, acho bem que se mostrem, que se manifestem para todos saberem que há imensos portugueses na Suiça, mas dai a manterem-se horas à espera de ver passar o autocarro com os jogadores só para ficarem, durante uns segundos, a uns metros dele (porque as barreiras dos seguranças não deixavam avançar ninguém) e ainda por cima, com os vidros fumados!? Vê-los ficar ali horas mascarados de portugueses e ainda ter que assistir a uma jornalista com a pergunta tão repetitiva como imbecil de “o que é que sentiu por estar a tão curta distância dos jogadores?”. Desculpem lá mas cenas como esta deixam-me completamente constrangida por ser portuguesa!
E se é para arranjar um bode expiatório, então a culpa é dos media que alimentam estes fanatismos. Valia mais irem à procura de portugueses que se destacam por esse mundo fora em áreas muito mais importantes e relevantes para a humanidade tais  como, medicina, engenharia ou qualquer outra em que haja portugueses a inovar e a marcar pontos em vez de golos. Isso sim é que era assunto digno de orgulho patriótico! Agora contribuírem para endeusar o Cristiano Ronaldo, só porque o puto é bom a chutar a bola!? para quê!? Para um miúdo que, se calhar mal sabe ler e escrever, encher a conta bancária com mais uns milhões enquanto há portugueses a dormir nas ruas e a morrer à fome?
Há vida na terra ou está tudo com o raciocínio lógico bloqueado por causa da religião futebolística?
 
 
https://c2.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/M3513d944/14817700_s3CMz.jpeg

2 comentários

  • Imagem de perfil

    AL 11.06.2008

    Excelente relação que fazes entre o divórcio e o futebol!! Eu por acaso, nos meus relacionamentos amorosos, nunca tive assim ninguém fanático pela bola, mas olha que era um bom motivo para me divorciar, sim senhora! Dois malucos numa casa já era demais!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.