Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

05.Mai.08

Filhos do Divórcio

AL
Para além de ser uma mãe divorciada também eu sou filha de pais separados, o que  já me dá uma certa legitimidade para falar sobre o assunto. Tinha menos de três anos de idade quando o meu pai resolveu sair de casa. Nos anos 70 a taxa de divórcios era bastante baixa relativamente aos dias de hoje e, normalmente, eram os homens que tomavam a iniciativa, quase sempre pelo mesmo motivo: outra mulher, o que levava a legítima e os seus rebentos a terem que carregar o rótulo de (...)
11.Abr.08

Sondagem

AL
Quando se fala em emancipação feminina vêm-nos logo à ideia o quadro de mulheres bem sucedidas que já não precisam de submeter-se a uniões insatisfatórias apenas por não terem meios económicos para se sustentarem.Algumas coisas mudaram nesse sentido, mas há uma realidade social crescente que não é muito valorizada: o facto de existirem muitas famílias monoparentais predominantemente encabeçadas por mulheres.Somos independentes, conseguimos avançar alguns passos, mas (...)
08.Abr.08

Choque de gerações?

AL
Esta manhã fui deixar a minha filha à escola como faço todos os dias. Enquanto vai pondo a mochila às costas, sussurra-me ela, cheia de entusiasmo: - Olha o giraço! Olha o giraço! Eu, a olhar para todos os lados, feita barata tonta: - Giraço!? Onde? - Aqui neste carro azul. Disfarça... - Baaah! É biguduço! - Não é esse! É o que está sentado ao lado! Ahahah Olho melhor e apercebo-me de um rapazote com os seus onze aninhos que mal chegava a meio do assento. - Ah, esse!! É (...)
26.Fev.08

Divórcio: Litigioso ou Amigável?

AL
Obviamente, somos todos civilizados e todos preferimos resolver os nossos problemas de forma pacífica. Acontece que quando se trata de um divórcio, a questão prende-se mais com a urgência de ver tudo resolvido do que com o civismo propriamente dito, pelo que é preciso usar da cautela, sobretudo quando há filhos em jogo.   Deixo aqui uma advertência especial às mulheres (já que são elas que, por norma, ficam com o poder paternal): cuidado com aquilo que assinam!   Os pontos (...)
14.Dez.07

Materialismos

AL
- Mãe, roubaram-me o telemóvel” – choramingava a minha filha, à saída da escola. -Ah, foi? Estás a ver!? Percebes agora porque é que a mãe nunca te deu um todo “xpto” como tu querias!? - Oh, mãe, mas agora fiquei sem telemóvel!! – devolve-me ela, intensificando o pranto. E foi isto até chegarmos a casa. Deixei-a chorar à vontade para ela aprender a ser mais responsável. Até que, a certa altura, lá intervi: - Bem, agora já não há nada a fazer. (...)
24.Set.07

E a vida avança

AL
Hoje começou uma nova etapa para a minha filhota: foi o seu primeiro dia de aulas como aluna do 5º ano. Está a crescer, a minha pulga!  Sei que ela é de fácil adaptação, mas o facto de imaginá-la no meio daquela selva de tantos miúdos , na sua maioria mais crescidos que ela, deixa-me de coração apertado.E se alguém a magoa? E se ela começa a dizer asneiras?(sim, porque no outro dia entalou um dedo e deixou escapar um valente “fónix!”) E se descura os estudos em (...)