Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

04.Mai.07

Rugas ou Experiência

Meu querido amigo Lino,

 

Hoje, ao folhear uma daquelas revistas"cor-de-rosa" de que tu não gostas nada, reparei nas rugas de uma actriz que já foi bonita.

Sabes, Lino, a velhice fisica é algo que, nas mulheres, não se vê nos olhos nem na alma; vê-se no pescoço.

Coninuo a passear os olhos pela revista ao mesmo tempo que tento perceber porque é que todas falam tanto sobre sexo: técnicas de uma audacidade duvidosa prometem salvar relações e garantem sensações ainda mais embriagantes do que andar de montanha russa. Se estivesses aqui agora haverias de explicar-me mais este "Sim porque Sim". Talvez até fosses mais longe e me dissesses porque é que, às vezes, me sinto velha ao contrário e porque é que, apesar do corpo ainda fresco, espero e procuro, nesta humildade parasita, nesta simplicidade que não produz nada, as faculdades acrescidas tão, mas tão dificeis de alcançar sem rugas no pescoço.

 

 

1 comentário

Comentar post