Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

21.Mar.07

Bem-vinda ao clube!

Quando uma pessoa decide divorciar-se, após a decisão tomada, tudo o que quer é despachar depressa os papéis antes que mude de ideias. Foi assim também com a Marta, para quem o casamento foi um verdadeiro suplício, mas quem a ouvisse falar ontem, ao telemóvel, nas vésperas do divórcio oficial, não diria isso: “ sinto um nó na garganta, uma espécie de nostalgia, uma sensação de perda, mesmo apesar de saber que é isto mesmo que quero. Será normal?”
E eu a tentar ganhar tempo para pensar o que lhe responder, porque tenho uma memória selectiva e já não me lembro do que senti no momento decisivo, gracejei apenas: “Estas gajas casadas são mesmo complicadas!”.
 
Há pouco, o télélé dá sinal de mensagem. Numero de origem. O 91 da Marta: “Festa de despedida de casada, sábado à noite, no bar da praia!”