Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma divorciada

Diário de uma divorciada

31.Mar.08

Monólogo de Sábado à noite

- Levanta-me o rabo desse sofá e vai divertir-te!
- Hmmm… Deixa-me cá pensar: A Sara está de namorado novo, a Rute foi passar o fim de semana fora, o Vasco diz que ia a um concerto… Estou sozinha no mundo! Johnny!!
(o Johnny está a dormir em cima do coelho de peluche)
- Até tu, seu traidor!? (até o gato já se apercebeu que o mundo é todo aos pares...)
- E cinema? Podias ver o que está em cartaz…
- A esta hora? Vou adormecer a meio do filme.
- E que tal pegares no carro e ires sem destino como fizeste naquele fim-de-semana em que estavas com a telha?
- Pois, mas eu não gosto de conduzir à noite e não me apetece andar por aí perdida à procura de um sítio para dormir, além de que só gosto de passear assim no Verão.
- Bem, então vai dormir e amanhã levantas-te cedo e sais durante o dia, aproveitas o sol!
- Dormir!? É sábado à noite! Então ia enfiar-me já na cama como as velhas!?
- O Carlos deve estar sozinho, porque não lhe telefonas?
- Não me apetece levar com lamechices. E ele vai logo começar a pensar que estou com outras intenções.
- E depois?
- E depois, que eu ainda não me esqueci o quão difícil foi livrar-me dele!
- Não te percebo. Reage!
- Vou comer qualquer coisinha enquanto penso…
- Isso, depois diz que estás gorda!
(prim priiiim primmm)
- Estou? Ah, João! Tudo bem? Sair? Festa da Dulce? Desculpa mas já tenho programa. Diverte-te! Ligo-te para a semana…
Quando não me apetece é escusado, é que ninguém me arranca do sofá!

9 comentários

Comentar post