Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma divorciada

"O Segredo" a Custo Zero

Parem tudo!!
Há uma mulher, divorciada (coincidências...) que publicou um livro intitulado “O Segredo”. A autora chama-se Rhonda Byrne e o livro pode ver-se agora à venda no nosso país na Fnac e nos grandes hipermercados. É uma obra que já vendeu milhões de exemplares e arrastou milhares de fiéis seguidores. Até o nosso país de brandos costumes está a aderir a esta febre, quanto mais não seja pela curiosidade acerca dos testemunhos a que a comunicação social vem dando destaque.
Afinal, que Segredo é esse de que tanto se fala?
Eu diria que é, muito provavelmente, o livro de auto-ajuda mais sintetizado que alguma vez foi escrito. É poderoso, quase tão poderoso como o “Conversas com Deus” de Donald Walsh, mas talvez mais fácil de assimilar.
O tema não é novo, o que muda é o seu conceito metafórico original. Trata-se de uma abordagem diferente de “Deus” – Perceber que Deus afinal é a força que une a mente das pessoas (que a autora denomina “lei da Atracção”), e, em última instância, que “Deus” é a nossa própria força nivelada pela capacidade que temos de acreditar, confiar ou ter fé em nós mesmos (optimismo).
No mundo ocidental, a velhinha religião católica há muito que está em crise e as alternativas com que nos deparamos acabam por funcionar como um novo marketing de ideias que iludem as mentes mais susceptíveis ao mesmo tempo que alguns “iluminados” vão aproveitando para extorquir dinheiro das pessoas. Ora, as pessoas não são parvas, além de que estão a ficar cada vez mais despertas e esclarecidas (e também cada vez mais cépticas) mas ainda assim, há quem não se importe de substituir o dízimo ou a esmola aos pobres por um livro que promete mudar as suas vidas.
Ora, o verdadeiro “segredo” vive dentro de todos nós. Quando é que ele se nos revela!? Normalmente após batermos bem no fundo e conseguirmos (milagre!!!) alcançar novamente a superfície, lançando-lhe um novo olhar. Ou seja, voltarmo-nos para dentro de nós mesmos e acreditar que somos capazes. Eu acredito. Nem sempre foi assim mas garanto-vos que resulta. Afinal…
HÁ VIDA DEPOIS DO FIM DO MUNDO (E NÃO É NADA MÁ!)!;))

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D